Postado em 16 de Outubro às 08h20

Prevenção ao câncer de mama

Notícias (90)

O câncer não é uma doença única. É um conjunto de mais de 200 doenças diferentes, caracterizadas pelo crescimento celular descontrolado e disseminação de células anormais (maligno), que invadem tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástases – daí a analogia com o caranguejo, devido suas garras) para outras regiões do corpo.

A mais antiga evidência do câncer é de 8000 aC, mas como ele é resultado de mutações genéticas e estas ocorrem no ser humano desde o seu nascimento até a sua morte, pode-se pressupor que ele sempre existiu. No entanto, ao contrário da doença, o tratamento remonta a um período mais recente, bem como a maioria das teorias a seu respeito.

O câncer, em hipótese alguma, é um castigo e não se desenvolve em função de sentimentos, ou negações ou privações.

A União Internacional de Controle do Câncer (UICC), maior organização de luta contra o câncer, com 475 organizações membros em 125 países, e a Organização Mundial da Saúde (OMS) estimam que, no ano de 2030, podem-se esperar 27 milhões de casos incidentes de câncer, 17 milhões de mortes por câncer e 75 milhões de pessoas vivas, anualmente com câncer.

Atualmente, 14 milhões e 100 mil de casos são diagnosticados por ano no mundo, com 8 milhões e 200 mil mortes. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) estima cerca de 600 mil novos casos de câncer no Brasil atualmente.

A tendência, segundo a União Internacional de Controle do Câncer (UICC), é do aumento de 50% no número de novos casos de câncer até 2020, com o dobro de casos fatais. No Brasil, a situação pode ser considerada mais grave, pois enquanto nos outros países um paciente tem sobrevida de 12 a 16 anos, aqui este tempo é reduzido para entre 2 a 4 anos.

A maior incidência de câncer no Brasil e no mundo se deve às mudanças de hábitos da sociedade. Caso esse padrão se mantenha o câncer vai se tornar a principal causa de morte no Brasil em 2020, ultrapassando as doenças cardiovasculares. Atualmente está na segunda posição com 190 mil mortes anuais.

O câncer de mama é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, excetuando-se os casos de câncer de pele não melanoma. Políticas públicas nessa área vêm sendo desenvolvidas no Brasil desde meados dos anos 80 e foram impulsionadas pelo Programa Viva Mulher, em 1998. O controle do câncer de mama é hoje uma prioridade da agenda de saúde do país e integra o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, lançado pelo Ministério da Saúde, em 2011.

A prevenção primária do câncer de mama está relacionada ao controle dos fatores de risco conhecidos e à promoção de práticas e comportamentos considerados protetores.

Os fatores hereditários e os associados ao ciclo reprodutivo da mulher não são, em sua maioria, modificáveis; porém fatores como excesso de peso corporal, consumo de álcool e terapia de reposição hormonal, são, em princípio, passíveis de mudança.

Segundo a OMS, 1/3 dos casos de câncer é curável e 1/3 pode ser prevenido. Detectando-se precocemente a doença, em fase inicial, as chances de cura são maiores, com menos chances de intervenções, mutilações ou sequelas. Para conter o avanço dos casos de câncer, a prevenção é a palavra chave.

Estima-se que, por meio da alimentação, nutrição, atividade física e gordura corporal adequados, é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama no Brasil. Como medidas que podem contribuir para a prevenção primária da doença, estimula-se, portanto, praticar atividade física regularmente, manter o peso corporal adequado, adotar uma alimentação mais saudável e evitar ou reduzir o consumo de bebidas alcóolicas. 

Fontes: Inca e RFCC/Xanxerê

Veja também

Workshop QuantyVitta em Xanxerê!08/11/16 A QuantyVitta realizou um workshop na cidade de Xanxerê na noite de 08 de novembro de 2016, na sede da Fiat Botta.  Clientes, revendedoras e demais convidadas participaram do evento. A nutricionista Marieli, elaborou duas receitas (Mousse de morango com Goji Berry e Vitamina de frutas com Colágeno Hidrolisado sem Sabor) e trouxe ainda, o Bolo de legumes com Semente de Chia a granel Quanty......
Nos preocupamos com Eles também!21/11 Depois do mês do Outubro Rosa, sobre a conscientização na luta contra o câncer de mama feminino estamos no mês do Novembro Azul; época em que lembramos da saúde masculina e da prevenção contra o......
Conheça os benefícios do Della PoliQuanty!21/11 Você conhece o Della PoliQuanty em cápsulas? A QuantyVitta desenvolveu este produto especialmente para o público feminino, a fim de melhorar a saúde das mulheres, promovendo bem-estar do organismo.  O Della PoliQuanty......

Voltar para NOTÍCIAS